Atualização de informações sobre os processos de terceirização de controle de qualidade de medicamentos no Brasil
21 de fevereiro de 2019
Mostrar todos

Equipe comercial participa do Workshop – DJUH DE PORTAS ABERTAS.

No dia 12 de Março de 2019 a Regulamenta participou do Workshop – DJUH DE PORTAS ABERTAS – Como regularizar a sua marca de Cosméticos no auditório da Incubadora.

A Djuh é parceira da Regulamenta e terceiriza a fabricação de cosméticos para varias marcas no mercado, hoje já estão presentes em mais de 30 marcas pelo Brasil.

Neste workshop foi apresentado as 5 principais etapas para a terceirização de fabricação e como as empresas podem aproveitar o conhecimento da Djuh e empreender com sua marca da área de cosméticos ou até mesmo ampliar a fabricação de sua linha.

A terceirização da fabricação de cosméticos hoje é permitida pela ANVISA e aproxima o desejo de ter sua própria marca de cosméticos sem precisar construir uma fábrica.

O empreendedor basta ter uma empresa aberta e o sonho de ter uma linha de produtos cosméticos.

As 5 etapas são:

1.Identificação: A Dijuh ajuda no desenvolvimento da formulação desejada pelo cliente pois possui várias matérias-primas cosméticas que poderão ser utilizadas na formulação

2.Protótipo: Depois da formulação ser desenvolvida , são apresentados protótipos ao cliente para aprovação.

3.Regularização na Anvisa: Assim que os protótipos são aprovados os produtos são regulamentados na ANVISA.

Hoje os Cosméticos são classificados na ANVISA em Grau I e Grau II, os de Grau I são Cosméticos que possuem propriedades básicas que não precisam de informações detalhadas quanto ao seu modo de uso e restrições, não são necessários testes adicionais, o registro na ANVISA é eletrônico e não existe uma análise prévia, a notificação demora em média 3 dias. Os Cosméticos Grau II, são produtos que possuem informações específicas cujas características exigem comprovação prévia de segurança e ou eficácia bem como informações e cuidados , modo de uso e restrições quanto ao uso, são necessárias comprovações de Eficácia e Segurança, e o  registro do produto – aguardar parecer da ANVISA  de até 120 dias em média, necessita análise prévia na ANVISA  e a publicação do deferimento do registro é feita no Diário Oficial da União.

4.Produção em Larga Escala: Após a regulamentação dos produtos na ANVISA começa a produção em Larga Escala para a comercialização do produto. As matérias-primas que serão utilizadas podem ser fornecidas pelo contratante ou pela própria Djuh dependendo da negociação acordada.

5.Entrega do Produto Industrializado: A Dijuh não realiza a entrega, ela deve ser retirada pelo cliente.

É importante lembrar que para a Distribuição em locais que não são próprios, a empresa Contratante precisa estar regularizada perante a ANVISA como distribuidor de Cosméticos, ou seja necessita de AFE ou se desejar, pode também terceirizar essa etapa com algum distribuidor que esteja devidamente licenciado.

 

Por: Mariana Paris

Diretora de Novos Negócios da Regulamenta